fbpx
sábado, junho 15, 2024
Notícias

Embalagens a vácuo são solução para redução do desperdício de alimento

750 bilhões de dólares são desperdiçados em alimentos por ano. De acordo com FAO, 54% do desperdício de alimentos ocorre na fase inicial da produção, os outros 46% do desperdício ocorrem nas etapas de processamento, distribuição e consumo. Saiba como as embalagens a vácuo podem ajudar a reduzir este desperdício.

750 bilhões de dólares por ano, consegue imaginar este montante de dinheiro? Uma quantia inimaginável para a maioria de nós é o custo anual do desperdício de alimentos em todo o mundo de acordo com a FAO (órgão das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação). As causas de tamanho desperdício são várias, problemas na colheita, produtos que estragam antes de sair das prateleiras, longas distâncias entre produtor e consumidor final e embalagens impróprias. Segundo o órgão, 54% do desperdício de alimentos ocorre na fase inicial da produção, que são a manipulação pós-colheita e a armazenagem. Os outros 46% do desperdício ocorrem nas etapas de processamento, distribuição e consumo. No Brasil, a maior parcela do desperdício de alimentos acontece durante o manuseio e logística da produção: na colheita, o desperdício é de 10%. Durante o transporte e armazenamento a perda é de 30%. No comércio e no varejo o desperdício é de 50%, enquanto nos domicílios 10% vai para o lixo.

Uma opção para reduzir o desperdício de alimentos e os custos envolvidos são as embalagens a vácuo. Considerado um processo limpo, seguro e de longa duração para conservação de alimentos, as embalagens a vácuo podem aumentar em até cinco vezes a duração dos alimentos. Com esta alternativa, os alimentos são armazenados em sacos plásticos selados com total ausência de ar em seu interior, assim o crescimento de microrganismo (fungos, bactérias e micróbios) é desacelerado, assim como a ação enzimática e as reações de oxidação, evitando a deterioração dos alimentos.

As aplicações das embalagens a vácuo são as mais variadas, podendo ser utilizadas no envase e embale de produtos como carnes, legumes, salgados, peixes, cereais, espetinhos, toucinho, pizzas, palmitos, molhos, linguiças, frios fatiados, aves, massas, queijos, charque, comidas congeladas, cogumelos, hortifrúti e sucos. Assim as máquinas seladoras, são um investimento interessante para frigoríficos, açougues, laticínios, supermercados e indústrias alimentícias no geral que desejam utilizar embalagens a vácuo em seus produtos.

Além do maior tempo de conservação dos alimentos, os produtos embalados a vácuo possuem uma ótima apresentação, facilitando a exposição, armazenagem e manuseio sem riscos de contaminação. De acordo com a Everest Seladoras , empresa especializada em máquinas seladoras , são inúmeros benefícios de apostar nas embalagens a vácuo. “Com uma máquina seladora sua empresa terá a redução de desperdício no estoque, na comercialização, e nas entregas: menos perdas e mais eficiência; maior abrangência de distribuição dos produtos, já que esses não irão estragar durante o transporte para regiões distantes; total controle da sazonalidade dos alimentos; poderá reduzir ou até eliminar o uso de conservantes; melhor apresentação dos produtos nos pontos de vendas, o que pode aumentar os seus rendimentos; possibilidade de vender produtos fracionados, etc.”, explica.

Investir em embalagens mais eficientes como as a vácuo, pode ser o princípio da redução de desperdício de alimentos no mundo, economizando dinheiro, preservando o meio ambiente e oferecendo a todos alimentos de qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×