fbpx
segunda-feira, maio 27, 2024
NotíciasSegurança dos alimentos

Fispal Tecnologia e Instituto Mauá de Tecnologia firmam parceria para oferecer consultoria gratuita para indústrias de alimentos e bebidas durante seis meses

Uma parceria entre o Instituto Mauá de Tecnologia e a Fispal Tecnologia oferecerá o serviço de consultoria gratuito para micro, pequenas e médias empresas que tiverem interesse em aproveitar esse benefício por seis meses. A ação acontece durante a Fispal Tecnologia, Feira Internacional de Tecnologia para as Indústrias de Alimentos e Bebidas, de 27 a 30 de junho, no São Paulo Expo, na capital paulista. Na feira, haverá um espaço de 300 m2 destinado ao primeiro demonstrador da Indústria 4.0 para setor de A&B, com uma linha de produção real já alinhada aos ambientes da indústria 4.0.

No espaço do demonstrador, os visitantes interessados no programa terão a oportunidade de efetuar suas inscrições para participar do processo seletivo, que será realizado por especialistas do Instituto Mauá de Tecnologia.

Com essa ação, a Fispal Tecnologia e a Mauá, visam fomentar o setor, proporcionando as pequenas e médias indústrias a oportunidade de receber uma consultoria sem custos, além de mostrar a importância de estruturar o negócio para crescimento da lucratividade e da melhoria no processo produtivo.

As indústrias selecionadas terão acesso a um plano de melhorias de processo e de produto, que visa ao aumento de produtividade e competitividade.  O programa é dividido em duas fases.

A primeira ocorrerá durante os três dias da feira, no ponto de atendimento do Instituto Mauá de Tecnologia. Os representantes das empresas interessadas poderão preencher um questionário que será submetido à avaliação técnica pelos profissionais da Mauá.

A segunda fase terá início após o evento, no Instituto Mauá de Tecnologia, no Campus de São Caetano do Sul. As três empresas selecionadas participarão de um workshop para desenvolver atividades práticas com propostas de cronograma de implementação dos projetos de melhorias das plantas.

Nos seis meses seguintes, receberão visitas mensais de professores da Mauá, que acompanharão de perto o desenvolvimento dos projetos e possíveis ajustes. No final do período, um relatório conclusivo será encaminhado à Informa Exhibitions.

Além dessa oportunidade, as indústrias também poderão interagir com sistemas para identificar quantos estágios faltam para chegar à indústria 4.0.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×