fbpx
quinta-feira, abril 25, 2024
Notícias

GSK investe em fármaco biotecnológico contra a asma

A GlaxoSmithKline comprou os direitos globais de um fármaco experimental da Johnson & Johnson por 175 milhões de libras (cerca de 208 milhões de euros), elevando a sua aposta numa nova geração de medicamentos biotecnológicos para a asma grave. A farmacêutica britânica lançou recentemente o Nucala, o seu primeiro fármaco biológico injetável contra a asma, e está à procura de tratamentos adicionais para ajudar mais pacientes que ainda lutam com problemas respiratórios. O novo medicamento CNTO 7160 da unidade Janssen da J&J, atualmente em Fase I de desenvolvimento clínico, tem como alvo a proteína interleucina-33, ou IL-33, conhecida por desempenhar um papel na inflamação. Porque atua na cascata biológica responsável pela asma, atingindo diretamente a IL-33, pode ter vantagens sobre as abordagens que bloqueiam apenas um subconjunto dos gatilhos inflamatórios concorrentes. A GSK pretende investigar o seu potencial em estudos de Fase II a partir do próximo ano. O medicamento não deverá chegar aos mercados antes de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×