fbpx
domingo, junho 16, 2024
Notícias

Nos 109 anos de Anápolis, Teuto reforça o compromisso com o desenvolvimento regional

O Laboratório Teuto/Pfizer se juntou na semana passada aos mais de 350 mil anapolinos para celebrar os 109 anos de Anápolis (GO), comemorado no dia 31 de julho, e reafirma seu compromisso com o desenvolvimento do município. Com localização estratégica, entre a capital de Goiás, Goiânia, e Brasília (DF), a cidade é hoje o segundo maior polo farmoquímico do país e acumula crescimento acima da média nacional.

Dentro da estratégia de continuar investindo e acreditando no município, no estado e no país, o Teuto traz o que há de melhor e mais moderno na indústria mundial, com o objetivo de continuar crescendo junto com Anápolis e oferecer cada vez mais oportunidades para os anapolinos.

Somente nos últimos dois anos, foram mais de R$ 200 milhões em investimentos, que resultaram na ampliação da capacidade de produção de nosso setor de sólidos de 640 milhões para 1bilhão de unidades/mês, do setor de injetáveis de 17 para 35 milhões unidades/mês, além do lançamento de 50 novos produtos por ano. Os investimentos possibilitaram a instalação de equipamentos de ponta por meio do turn key, sistema em que técnicos da alemã Bosch estiveram na indústria, treinando a equipe para a utilização dos maquinários. Uma iniciativa inédita no Brasil.

Instalada na cidade desde 1992, a companhia também investe na contratação de mão de obra local (atualmente, são centenas de vagas disponíveis no site). Além disso, a indústria promove o crescimento de seus colaboradores por meio de ações de qualificação e desenvolvimento profissional. Somente nos últimos dois anos, foram mais de 3 mil promoções internas.

“Uma oportunidade única”, comenta Ítalo Ribeiro. Na companhia desde 2005, ele começou sua trajetória que no Teuto em 2005 como aprendiz no setor de Contabilidade e hoje atua como coordenador jurídico.

Paulo César dos Reis também tem história para contar. Hoje supervisor de Recursos Humanos do laboratório, ele iniciou sua história no Teuto em 2006, como jovem aprendiz. “A política do laboratório é preparar o jovem para ser um grande profissional e, aqui no Teuto, há várias oportunidades de crescimento. Eu me identifiquei com o setor e foi excelente poder seguir carreira em uma empresa tão grande no departamento que eu comecei”, afirma.

Fonte: Laboratório Teuto/Pfizer 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×