fbpx
terça-feira, junho 18, 2024
Notícias

Novos medicamentos controlam diabetes e ajudam a emagrecer

Informações recentes publicadas pelo Vigitel e divulgadas pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia mostram que o número de pessoas com diagnóstico de diabetes cresceu 60% nos últimos 10 anos no Brasil.

Dra. Tassiane Alvarenga Endocrinologista e Metabologista formada pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) explica que os principais fatores relacionados a este aumento são obesidade e sedentarismo- ambos aumentaram em 60%, ou seja, para combater o diabetes tem de combater obesidade e o sedentarismo, a correria e grande número de atividades do mundo moderno de adultos, crianças e idosos impedem os cuidados básicos como praticar atividade física, por exemplo.

“Como vimos o diabetes está muito relacionado com a obesidade, gordura abdominal e também outros fatores como pressão arterial, colesterol e triglicerídeos – Síndrome Metabólica. Dessa forma, o tratamento medicamentoso mais eficaz é o que controla o açúcar e ajuda o paciente a emagrecer.” Explica Dra. Tassiane.

Recentemente foram liberados 3 novos remédios com essa finalidade, além de controlar o açúcar ajudam a perder peso. Fundamental para todo o paciente com DM2. Saiba mais sobre eles:

  • Inibidor de SGLT-2

Dra. Tassiane Alvarenga explica de forma simples que essa classe de medicamento faz com que o excesso de açúcar no sangue seja eliminado pelos rins. Assim além de controlar a glicose o açúcar é expelido na urina, o que contribui para perda de peso e melhora a pressão arterial.

  • Análogo de GLP-1

O GLP-1 é um hormônio conhecido como incretina. Consegue estimular o pâncreas a produzir insulina diante de uma refeição e assim ajuda a diminuir os níveis de açúcar no sangue. O paciente com diabetes tem GLP-1 baixo e assim com o remédio aumentamos os níveis de GLP_1.

Além de controlar o açúcar:

  • Retarda o esvaziamento do estômago e assim a pessoa fica cheia por mais tempo, ou seja, mais saciedade – ajuda a emagrecer;
  • Além disso, diminui o apetite e a gula ( vontade de comer coisas gostosas).

“Este remédio é aplicado com uma simples picada na barriga (aplicado no subcutâneo- também pode ser na região da coxa, ou região posterior do braço). Apesar de ser usado de forma semelhante à insulina, não é insulina, a ação é totalmente diferente. Insulina engorda, este remédio emagrece. De simples aplicação, é para ser aplicado 1 vez ao dia, podendo ser após café, almoço ou jantar, recomendo usar na refeição de mais apetite. Na caneta existem 3 dosagens 0,6 , 1,2 e 1,8.” Explica Dra. Tassiane.

  • Análogo de GLP-1- Dulaglutida- Trulicity Semanal

Medicação muito semelhante à anterior, mas é aplicada apenas uma vez por semana na barriga na dose de 1,5 mg (dose fixa que não permite ajustes). Prático, fácil é muito eficiente em diminuir a taxa de açúcar. Esta medicação apesar de ajudar na perda de peso, não está aprovada para o tratamento de obesidade em pacientes que não tenham diabetes.

O tratamento do diabetes é um desafio para médico e paciente que precisam estar firmados em 3 pilares  fundamentais: alimentação saudável, atividade física e medicação correta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×