fbpx
terça-feira, junho 18, 2024
AutomaçãoDestaqueLaboratórios

Veja algumas das principais dúvidas dos usuários sobre automação laboratorial

O Portal Boas Práticas levantou algumas das dúvidas mais comuns sobre sistemas de gestão laboratorial.

 

 

 

As principais dúvidas dos usuários sobre o assunto  estão relacionadas com a aplicação do sistema na realidade do laboratório como atendimento de algum requisito de norma, requisitos de infraestrutura e questões específicas como integração com outros sistemas e relatórios gerenciais.

Montar o protótipo e testar a ferramenta são etapas que ajudariam a eliminar as dúvidas, porém é fundamental contar com o apoio da equipe de TI.

Os principais softwares  disponíveis no mercado são os ELN (Eletronic Laboratory Notebook)  e os já conhecidos LIMS (Laboratory Information Management). Os sistema ELN têm o propósito de substituir os cadernos de anotação dentro dos laboratórios e, diferentemente de um LIMS, trabalham também com dados não estruturados, como documentos de procedimentos operacionais, formulações, desenhos de processos biológicos, estruturas moleculares, etc.

Estes sistemas têm o foco voltado para diferentes processos dentro do laboratório, enquanto que o foco de um LIMS é principalmente o fluxo da amostra dentro do laboratório. Além disso, os ELN tem grande aplicação em laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, enquanto que o LIMS é mais voltado para controle de qualidade.

Confira alguns dúvidas sobre LIMS:

 O LIMS pode integrar qualquer equipamento do meu laboratório?
Se o seu equipamento possuir algum tipo de saída digital, seja ela USB, RS232, RJ45, entre outras, SIM, é possível integrar o seu equipamento com um LIMS.

Como um LIMS deve ser visto dentro da empresa?
Um sistema de gestão de laboratórios deve fornecer mais do que simplesmente armazenar os dados do laboratório. Este deve suportar decisões que vão desde a continua operação de determinado equipamento no chão da fábrica até na decisão de contratar mais pessoas para um serviço.

Dependendo da empresa, o laboratório é a principal unidade de negócio, e este deve fornecer muito mais do que simplesmente armazenar dados. Deve estar apto a fornecer soluções individuais para cada cliente do laboratório e deve permitir que se gere conhecimento a partir das informações geradas.

Tenho um sistema de gestão financeira em minha empresa, posso integrar o LIMS com o meu sistema?
Sim. Obviamente, toda integração envolver a interação entre os dois sistemas, então é preciso analisar como será feito e verificar se as formas atualmente disponíveis atendem a essa integração.

É possível configurar um relatório customizado para um determinado cliente sem atrapalhar a minha rotina?
Sim. o LIMS, por ser um “produto de prateleira” deve oferecer aos seus usuários a capacidade de ser altamente configurável, dessa forma, ele deve ser expansível para quantos relatórios, métodos, formas de busca forem necessários, tudo para atender a demanda do laboratório.

Tenho um laboratório de serviços,em que as minhas análises representam o produto que vendo. Um sistema LIMS pode cuidar da “parte comercial” para minha empresa?
Sim. Através da integração do LIMS com o módulo comercial, o laboratório será capaz de acompanhar as propostas, as ordens de serviço e acompanhar também como será realizado toda a integração da parte comercial com a parte financeira da empresa.

Conheça alguns dos fornecedores de sistemas gestão laboratorial:

Labsoft
www.labsoft.com.br

ICR3 – Labware
www.icr3.com.br

Perkin Elmer
www.perkinelmer.com.br

Starlims
www.starlims.com/Intl/world/brazil/

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×