fbpx
segunda-feira, fevereiro 26, 2024
Notícias

Dia Mundial de Luta Contra a Aids: Bristol-Myers Squibb e Instituto Cultural Barong promovem campanha com testes gratuitos para coinfecção HIV-HCV

No Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado mundialmente em 1º de dezembro, o Instituto Cultural Barong, em parceria com a biofarmacêutica Bristol-Myers Squibb, promove uma ação para o diagnóstico dos vírus HCV e HIV, causadores da hepatite C e da Aids, no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo. A ação faz parte da campanha Lembre-C, que durante todo o ano tem promovido atividades em parceria com várias ONGs de promoção da saúde em diversas regiões do país com o objetivo de auxiliar no diagnóstico precoce de coinfecção HIV-HCV. Na data, a população também poderá fazer a testagem para detecção da hepatite B.

Ao todo, cerca de 200 pessoas poderão realizar as testagens para os vírus HCV, além de testes para HIV e HBV promovidos pela ONG. A van, que ficará no estacionamento do Fórum, atenderá a população entre 10h e 16h. Os casos confirmados serão encaminhados aos serviços de saúde responsáveis, onde receberão o atendimento adequado.

Segundo a presidente do Instituto Cultural Barong, Marta McBritton, a campanha abrangerá doenças que podem ser transmitidas junto com o vírus da Aids e promoverá o acesso a informação. “Quando diagnosticamos um paciente com HIV precisamos ficar atentos a outros vírus que podem acometer esse organismo, como o vírus HCV”, afirma. “Sem o tratamento adequado, estas doenças podem ocasionar a redução da qualidade de vida dos pacientes. Por isso a detecção precoce e a conscientização são essenciais para a redução de casos”, conclui a responsável pela ONG.

O teste de Hepatite C é indicado para pessoas de ambos os sexos, acima de 40 anos, indivíduos com múltiplos parceiros ou que tenham feito cirurgias com transfusão de sangue antes de 1993, manicures, tatuados e pessoas com piercing. Nos portadores do vírus da Aids a testagem deve ser realizada para confirmar a coinfecção HIV/HCV, uma vez que os meios para contaminação da Hepatite C são praticamente os mesmos que os do HIV. Neste público, o HCV evolui com mais intensidade e rapidez.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Hepatologia, o Brasil possui cerca de 2 milhões de pessoas com Hepatite C. Já entre a população brasileira com vírus da Aids, cerca de 11% apresentam resultado positivo para coinfecção HIV-HCV, segundo o Ministério da Saúde. Por falta de diagnóstico precoce esses grupos acabam por desenvolver doenças graves, como fibrose e cirrose hepática ou o câncer de fígado.

Serviço:

O que: Testagem rápida para HCV, HIV e HBV

Onde: Entrada principal do Fórum Criminal da Barra Funda – Av. Dr. Abraão Ribeiro, 313 – Barra Funda – São Paulo/SP

Quando: 1º de dezembro de 2016, das 10h às 16h

Público: Disponível para todos os interessados

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×