fbpx
terça-feira, fevereiro 27, 2024
Notícias

Em meio à crise, indústria química paranaense registra crescimento

A indústria paranaense de inseticidas Dexter Latina fechou 2015 comemorando um surpreendente crescimento de 23,86%. Situada em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, a empresa faturou mais de R$ 32 milhões, no ano passado, sendo a 107ª das 200 Pequenas e Médias Empresas (PMEs) que Mais Crescem no Brasil em 2015, segundo levantamento da Deloitte em parceria com a Revista Exame.

O estudo aponta um crescimento anual de 21,91% da indústria química paranaense entre 2012 e 2014. O desempenho está muito acima da média da indústria nacional, que, em 2016, tem previsão de registrar queda pelo terceiro ano consecutivo. Enquanto em 2014 a retração no setor foi de 3,3%, 2015 deve fechar com um recuo em torno de 7%. Os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), relativos a novembro de 2015, mostram retração de 8,4% em atividades industriais ligadas a produtos químicos.

“O bom resultado é fruto do conjunto de um trabalho. A maior presença em campo, o aumento na força de vendas, a busca por novos clientes e novos canais de distribuição, somados a toda a inteligência interna, de novos produtos e diferenciação, nos possibilitaram ser agressivos e aferir um resultado de dois dígitos. É um crescimento que foge ao comum no mercado”, ressalta o diretor-executivo da Dexter Latina, Ricardo Frederico.

Enquanto o mercado já projeta uma nova queda na produção industrial para 2016, em torno de 2%, a empresa mira um crescimento de 20% para este ano. “Já se tornou uma constante dentro do histórico da empresa, nos últimos cinco anos, um crescimento anual nessa base de 20% ou mais”, lembra Ricardo.

O alcance da meta, para ele, está atrelado a modificações comerciais que a Dexter Latina implementou ao longo de 2015, como a melhora na qualificação da equipe de vendas, a contratação de dois novos gestores para o segmento de varejo e o reposicionamento do trabalho de um gestor apenas no segmento de agronegócio. “Centramos o foco em algumas regiões, que nos possibilitaram abrir novas frentes e fazer um trabalho mais completo. A ideia é continuar dominando o Sudeste e ter pontos no Norte e Nordeste como desafio. Temos um gestor no Nordeste que já tem um tempo de casa, e queremos cada vez mais dar atenção a esse trabalho dele.”

Sobre a Dexter Latina

A Dexter Latina Indústria e Comércio de Produtos Químicos Ltda. atua no mercado de inseticidas desde 1996, quando lançou a isca atrativa Mosca Killer, por meio da primeira fábrica, no sudoeste do Paraná. Fundada pelos sócios-proprietários Milton Braida e Carlos Anacleto Oleias, a empresa se consolidou no mercado nacional três anos mais tarde, com o lançamento dos produtos da linha Straik. Os inseticidas à base de gel para o controle de baratas e formigas, com alta tecnologia e atratividade, foram a primeira isca do tipo no País. A grande aceitação do consumidor logo colocou a linha na liderança do mercado de inseticidas à base de gel.

Pela necessidade de aumentar a capacidade de produção para atender ao grande crescimento de participação no mercado, em janeiro de 2004, a Dexter Latina se muda para São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Em 2009, a empresa inaugura a nova sede com 3,5 mil m² de extensão, situada no Distrito Industrial de São José dos Pinhais, ponto estratégico de logística.

Com uma ampla linha de produtos, rapidamente a empresa tornou-se uma referência nacional no segmento. Além da eficiência e rapidez na distribuição dos produtos no mercado nacional, a Dexter Latina se destaca nos princípios de desenvolvimento sustentável, com soluções no controle de moscas, baratas, formigas, ratos, cupins, mosquitos e pernilongos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×