fbpx
terça-feira, abril 23, 2024
Notícias

Fundação Biogen traz o World Biotech Tour para o Brasil

Projeto internacional visa estimular o interesse de crianças e adolescentes pela biotecnologia. O Museu da Vida organiza o Festival de Ciência na última semana de junho.

De 22 a 24 de junho, a cidade maravilhosa sediará um festival de ciência no Museu da Vida na Fiocruz (RJ). A iniciativa é parte do World Biotech Tour (WBT), um projeto internacional promovido pela Associação de Centros de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos (ASTC, na sigla em inglês) e patrocinado pela Fundação Biogen. Aberto ao público, o evento acontecerá das 9h às 16h30 nos dias 22 e 23 e das 10h às 16h no dia 24.

O WBT visa promover e aumentar a visibilidade da biotecnologia, engajando jovens por meio de atividades interativas e educativas. Os embaixadores do WBT são 15 jovens moradores da periferia do Rio de Janeiro, quatro deles moram na comunidade de Manguinhos, que cerca a Fiocruz. Ao longo do ano, eles desenvolvem projetos relacionados à biotecnologia e participam de eventos para divulgar a ciência para a população em geral. “Temos acompanhado o desenvolvimento e envolvimento dos embaixadores com a ciência e é impressionante como os jovens se apropriam do conhecimento rapidamente e se empoderam”, ressalta Diego Vaz Bevilaqua, chefe do Museu da Vida.

O projeto já passou por 8 países nos últimos anos 2 anos. Em 2017, o Museu da Vida foi selecionado para sediar o WBT junto com outros quatro museus ao redor do mundo: Domus, na Espanha; Heureka, na Finlândia; Copernicus, na Polônia; e o Sci-Bono, na África do Sul. Esta é a primeira vez que um museu latino americano é escolhido para participar do programa. Um dos embaixadores terá a oportunidade de apresentar seu projeto em Tóquio, no Japão, no evento de encerramento do WBT, o Science Centre World Summit 2017 (SCWS2017).

“O WBT é uma grande oportunidade para entender como a biotecnologia impacta nossa vida e como ela se insere na ciência contemporânea. É um projeto que cria uma rede global de apoio para incentivar a próxima geração de cientistas, e isso é muito importante”, explica Sameer Savkur, Diretor Geral da Biogen Brasil.

O WBT Brasil conta com diversas atividades ao longo do ano, mas o destaque é o festival de ciência, evento gratuito de três dias. Para o festival, o Museu da Vida propõe a participação ativa de todos, por meio da interação com cientistas, experimentos, desafios e de atividades que envolvem biologia celular, genética, microbiologia, transgênicos, células-tronco, produção de medicamentos, virologia, bioética etc. O evento também terá apresentações musicais e de dança. No dia 23, será realizada a 2ª edição do “Um dia com genômica no ensino médio”, uma ação do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) criada em 2015 que tem o objetivo de incentivar e despertar a curiosidade científica dos estudantes. A iniciativa será liderada por Alberto Dávila, chefe do Laboratório de Biologia Computacional e Sistemas do IOC.

Sobre a Biogen

Por meio da medicina e da ciência, a Biogen descobre, desenvolve e produz terapias inovadoras no mundo inteiro para pessoas que convivem com doenças neurológicas e neurodegenerativas graves. Fundada em 1978, a Biogen é pioneira em biotecnologia e hoje possui o principal portfólio de medicamentos para tratar a esclerose múltipla, introduziu o primeiro e único tratamento aprovado para atrofia muscular espinhal nos Estados Unidos e está à frente na pesquisa neurológica para patologias que incluem a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson e a esclerose lateral amiotrófica. A Biogen também fabrica e comercializa biossimilares de produtos biológicos avançados. Para mais informações, visite br.biogen.com/.

Sobre a Fundação Biogen

A missão da Fundação Biogen é proporcionar acesso à educação científica e serviços humanos essenciais às crianças e suas famílias nas comunidades nas quais a Biogen opera. A Fundação Biogen está empenhada em despertar a paixão pela ciência e pesquisa, apoiando iniciativas eficazes de educação em ciências e fortalecendo os esforços para tornar a educação científica e as carreiras científicas acessíveis às diversas populações. Deseja inspirar a próxima geração de cientistas que enfrentarão as questões desafiadoras de amanhã e fazer com que os jovens saibam que a ciência é divertida e para todos e que, por meio da ciência, eles podem mudar o mundo.

Sobre o Museu da Vida

O Museu da Vida é um espaço de integração entre ciência, cultura e sociedade da Fiocruz. Propõe-se a informar e educar em ciência, saúde e tecnologia de forma lúdica e criativa, apresentando exposições, atividades interativas, multimídias, teatro, vídeo e laboratórios. Vinculado à Casa de Oswaldo Cruz (COC), unidade técnico-científica da Fundação, possui características únicas refletindo a cultura, a missão e o compromisso social da instituição. Visa ainda proporcionar à população a compreensão do processo e dos progressos científicos e da relação com o dia a dia, ampliando sua participação em questões ligadas à saúde e à ciência e tecnologia. Por estar situado no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro, em uma região densamente habitada e próximo de comunidades carentes e escolas públicas, o Museu da Vida também é um polo de lazer, cultura e educação em ciência e saúde. Acesse o site em www.museudavida.fiocruz.br.

Sobre a Fiocruz

Promover a saúde e o desenvolvimento social, gerar e difundir conhecimento científico e tecnológico, ser um agente da cidadania são os conceitos que pautam a atuação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde. A Fundação tem como missão produzir, disseminar e compartilhar conhecimentos e tecnologias voltados para o fortalecimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e que contribuam para a promoção da saúde e da qualidade de vida da população brasileira, para a redução das desigualdades sociais e para a dinâmica nacional de inovação, tendo a defesa do direito à saúde e da cidadania ampla como valores centrais. Instalada em 10 estados, além dos institutos sediados no Rio de Janeiro, a Fiocruz possui unidades nas regiões Nordeste, Norte, Sudeste e Sul do Brasil e conta com um escritório em Maputo (Moçambique, na África). Ao todo, são 16 unidades voltadas para ensino, pesquisa, inovação, produção, desenvolvimento tecnológico, assistência e sustentabilidade socioambiental no âmbito da saúde. A partir de um modelo de governança democrático e participativo, a Fiocruz abriga mais de 12 mil profissionais com variados perfis de atuação. Em 2017, a instituição criada por Oswaldo Cruz celebra 117 anos.

Sobre a ASTC

Fundada em 1973, a Associação de Centros de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos (ASTC) é uma organização global que oferece suporte profissional, oportunidades e outras iniciativas a centros de ciência, museus e instituições afins. Atualmente, ela representa mais de 600 instituições em aproximadamente 50 países. A ASTC busca contribuir para a conscientização pública sobre as contribuições de seus membros para a sociedade e para o campo da educação não formam nas áreas STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática). O WBT é apoiado pela ASTC e pela Biogen Foundation. Saiba mais sobre a ASTC em http://www.astc.org/.

 

Fonte: Llorente e Cuenca (Editado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×