fbpx
domingo, abril 21, 2024
Inovações tecnológicasNotícias

Roteiro sobre bombas de vácuo Atlas Copco orienta escolha do equipamento ideal para cada aplicação

atlasBombas de vácuo são usadas ​​para uma ampla gama de aplicações em uma variedade de indústrias, mas nem todas as bombas de vácuo são criados iguais. Antes de selecionar uma bomba de vácuo, algumas perguntas precisam ser respondidas.  

 

A Atlas Copco preparou um roteiro para auxiliar os clientes na escolha da bomba de vácuo para sua aplicação. A intenção é facilitar a identificação do equipamento ideal para cada situação.

Confira, a seguir, as perguntas e respostas:

1. Qual é a pressão de operação necessária?

Compreender a pressão de operação necessária para sua aplicação é vital. Os operadores quase universalmente sabem disso. Porém, ao comprar equipamentos novos ou de substituição, alguns combinam a pressão de operação necessária com a pressão final. A pressão de funcionamento é a pressão necessária para um determinado processo, enquanto que a pressão final é a pressão de funcionamento mais profunda que uma determinada bomba pode produzir. Se uma especificação da máquina indicar a pressão final como 0,01 mbar, isso não significa necessariamente que este é o requisito de operação normal para um processo.

2. Qual é o fluxo necessário?

Fluxo pode ser expresso em algumas maneiras diferentes. Alguns dos termos mais comuns são SCFM e ACFM. Entender a diferença entre os dois é crítico. SCFM, ou pés cúbicos padrão por minuto, é uma expressão de fluxo em um conjunto específico de condições. SCFM assume que a temperatura é 60 ° F, a pressão é 14,7 psia e a umidade relativa é zero por cento. ACFM, ou pés cúbicos reais por minuto, é o fluxo em condições reais. Misturar estes termos acima pode resultar em equipamento extremamente pequeno ou oversized.

3. A contaminação é um risco?

Como as bombas de vácuo puxam o processo para o sistema em vez de empurrar o ar para longe, é vital que você discuta como molhado ou seco seu aplicativo é com qualquer fornecedor de bomba de vácuo, como cada um apresenta certos riscos para um sistema de bomba de vácuo. As aplicações úmidas ou úmidas são extremamente comuns, especialmente na indústria de embalagens de alimentos. Com alguns processos, há uma chance de a umidade será puxada de volta para a bomba. Essa informação ajuda os provedores de bomba de vácuo a especificar a tecnologia correta e proteger a bomba de vácuo de contaminação, reações adversas ou falha prematura.

As aplicações secas também apresentam problemas potenciais. Alguns operadores usam bombas de vácuo para mover o material a granel para o concreto, grânulos de plástico, etc., que podem acabar na bomba sem filtragem adequada. Independentemente de como molhado ou seco seu processo é, sabendo como a bomba de vácuo será usado irá garantir que a proteção correta é na frente da bomba.

Se a contaminação ocorrer, pode causar qualquer número de efeitos desfavoráveis. O óleo usado para lubrificação, resfriamento e vedação pode ser danificado, fazendo com que a bomba funcione mal ou opere em um nível menos do que eficiente. Contaminação também pode prejudicar a própria bomba, levando a uma manutenção mais necessária e uma vida útil mais curta.

4. Quais são os parâmetros de tempo e pressão de evacuação?

Tempo de evacuação é a quantidade de tempo que leva para criar o nível de vácuo necessário. Se você precisar de dois segundos ou 10 segundos depende do seu aplicativo. Em algumas aplicações delicadas, desenhar um vácuo muito rápido pode levar a danos. Por exemplo, as ventosas que levantarem ovos da correia transportadora e colocá-los em caixas de cartão não podem extrair muito rapidamente ou profundamente sem quebrar as conchas. Isso vale para outros materiais sensíveis, como papel, que vai morder ou rasgar com muita sucção.

Por outro lado, algumas aplicações requerem um alto nível de vácuo para executar com êxito vários processos. De qualquer forma, a qualidade do produto pode ser afetada diretamente se o equipamento errado for usado ou não corretamente aplicado.

5. Há alguma informação relacionada à temperatura a considerar?

Como a natureza úmida / seca de seu processo, a temperatura da aplicação pode afetar a saúde de seu sistema de bomba de vácuo. Como o ar está sendo puxado para dentro do sistema, as temperaturas extremas impactam a funcionalidade da bomba de vácuo.

Operações de soldagem são freqüentemente feitas sob vácuo porque reduz a contaminação, mas o gás é muito mais quente do que os processos de vácuo médio. Sem a proteção apropriada, o calor elevado pode arruinar o óleo responsável para refrigerar o sistema, lubrificando a bomba e criando um selo. Ao encurtar a vida deste óleo, você pode causar danos permanentes ao equipamento.

As temperaturas mais frias do que a média também podem representar um desafio. Algumas instalações de produção na indústria alimentar são mantidas a temperaturas reduzidas, significativamente mais frias do que o ar ambiente típico. O ar que entra num sistema de bomba de vácuo a essa temperatura pode tornar o óleo mais espesso e mais viscoso, reduzindo assim as suas propriedades de arrefecimento e deixando o sistema vulnerável a complicações.

6. Os custos iniciais de capital ou de funcionamento são mais importantes?

Cada empresa está preocupada com os custos iniciais de capital e custos de funcionamento. Saber qual é mais importante para você vai ajudar a determinar a sua bomba de vácuo final compra. Se limitar os custos iniciais de capital é a sua principal preocupação, os fabricantes geralmente podem oferecer alternativas de menor custo. No entanto, estas podem exigir mais manutenção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×