fbpx
quinta-feira, maio 23, 2024
Esterilização

Saiba como e quando usar o sistema de lavagem por arraste (PIG)

Existem produtos manufaturados de difícil escoamento, tais como cremes, pomadas, xaropes, chocolates, etc. que muitas vezes ficam retidos dentro das tubulações sem chegar ao seu destino.

O simples descarte deste produto provocaria custos desnecessários visto que pode-se utilizar um sistema que recupere a maior parte dele com investimentos relativamente baixos.

Basicamente o sistema de lavagem por arraste PIG consiste em arrastar o produto remanescente dentro das tubulações utilizando uma peça de material atóxico e flexível (PIG) com dimensões tais que se ajustam perfeitamente ao interior dos tubos e que é introduzida na tubulação para ser empurrada ou bombeada seja por um outro produto manufaturado, por um líquido ou por um gás.

Os elementos fundamentais para uma operação confiável deste sistema são:

– Uma estação de lançamento do PIG através da qual o mesmo é introduzido no sistema e fica na espera de ser lançado pela tubulação.

– Um sistema de tubulação com a característica principal de ser o mais reta possível ou ter curvas muito suaves.

– Uma estação de recebimento do PIG através da qual o mesmo será retirado após ter arrastado o produto em questão.

O PIG pode ser monitorado quanto a sua posição dentro da tubulação, colocando um sensor do tipo radioativo.

Descrição de funcionamento do sistema de limpeza por arraste (PIG)

A operação básica deste sistema é muito simples e podemos resumir como segue:

O PIG é colocado limpo na estação de lançamento na Posição “A” través de uma porta que permanecerá fechada até o fim da operação. Esta estação de lançamento esta interligada ao sistema de tubulações por intermédio de uma “Válvula de Passagem Total 1” e que permanecerá fechada até que seja lançado o PIG.

Durante a transferência de produto manufaturado, as “Válvulas de Passagem Total 1 e 5” permanecem fechadas e as “Válvula 3 e 4” permanecem abertas e as “Válvulas de Bloqueio 2 e 6” permanecem fechadas.

Assim que termina a transferência do produto manufaturado, fecha-se a “Válvula 3” e abrem-se as “Válvula de Passagem Total 1” e “Válvula de Bloqueio 2” impulsionando o PIG em direção a Estação de Recepção arrastando o produto remanescente dentro do tubo.

pig

Quando na descarga da “Válvula 4” começa a sair Gás ou Água, significa que o PIG esta alojado na posição “B” e que todo o produto já foi arrastado. Nesse momento, abrem-se as “Válvula de Passagem Total 5” e “Válvula de Bloqueio 6”, deslocando o PIG para dentro da gaiola na Posição “C” e drenando o sistema.

Assim que o PIG é alojado na gaiola, fecham-se as “Válvula de Passagem Total 5” e “Válvula de Bloqueio 6” retirando-se o PIG pela porta da Estação de Recepção. Neste momento o sistema está em condições de receber o CIP.

Quando se pretende separar produtos, a operação é um pouco mais complexa, porem, pode-se executar sem desperdício de material acabado.

Rodolfo Oscar Cosentino

Consultor de Engenharia Farmacêutica – Giltec

rodolfo.cosentino@terra.com.br

2 thoughts on “Saiba como e quando usar o sistema de lavagem por arraste (PIG)

  • Luis Gustavo Berenguel

    Muito interessante esse sistema de limpeza! Com bom dimensionamento e com devidos cuidados operacionais, minimizando a perda de produtos, o aumento da produtividade retorna o investimento de forma certa. Acho que esse, também, é um ponto a ser considerado na implementação de soluções como essas, ou seja, traduzir em números ($) o retorno do investimento e todo ganho atrelado ao processo.

  • renato alves

    muito interessante esse sistema de limpezal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×