fbpx
quinta-feira, abril 25, 2024
DestaqueSalas Limpas

Saiba como garantir a segurança em um laboratório farmacêutico

Alguns procedimentos são considerados indispensáveis para assegurar a segurança em   um laboratório farmacêutico. Deve ser atendida a legislação local  para extintores, hidrantes, sinalização, detectores de gás, fumaça e calor, alarmes e sistemas automáticos de combate.  

No que diz respeito ao dia a dia de trabalho, as normas de segurança de um laboratório devem levar em consideração os seguintes aspectos:

– Usar sempre o material adequado;

– Fazer um correto acondicionamento de reagentes;

– Ter à disposição EPI’s necessários para uma manipulação segura.

– Lavar as mãos antes de iniciar o trabalho, após cada manipulação e também ao se preparar para sair do laboratório, pois elas podem conter resíduos de reagentes que causam irritação em partes sensíveis como olhos, boca, etc;

– Deixar as bancadas, pias, balanças e materiais usados em perfeitas condições de limpeza, após o término de cada trabalho.

– Para limpeza dos materiais, tais como tubos de ensaio, béquer, cápsulas, etc., lavar com água corrente, e mais três vezes com água destilada. Deixá-los escorrer sobre a bancada coberta com papel absorvente. Conservar os materiais nos respectivos armários, ao abrigo da poeira.

– É proibido sentar no chão ou nas bancadas;

– Utilizar a capela sempre que for trabalhar uma reação que libere vapores ou gases tóxicos, irritantes ou com cheiro desagradável;

– Não deixar vidro quente sobre a bancada, pois alguém pode pegá-lo inadvertidamente, ocasionando queimaduras. Colocá-los sobre uma tela de amianto.

– Ligar os exaustores toda vez que houver escape de vapores ou gases no laboratório.

– Portas amplas com abertura para o lado de fora do laboratório e possuir visores e vidros na parte

– Recomenda-se que se tenha mais de uma saída sempre distantes e opostas entre si;

– Evitar bancadas no centro do laboratório com medidas acima de 6 metros de comprimento;

– A disposição dos mobiliários devem sempre facilitar a rota de fuga do laboratório e evitar sempre criar barreiras com bancadas no laboratório;

– O setor de armazenamento de inflamáveis e a cabine de gases devem ser distintas da área operacional do laboratório;

– Os armários de inflamáveis regulamentados por norma podem ficar dentro do ambiente do laboratório, porém, eles devem ser metálicos e possuir paredes duplas com lã de vidro ao meio, também devem possuir sistema de exaustão e bandeja de retenção de líquidos;

– Áreas quentes devem ser distintas do ambiente do laboratório, para que não atrapalhem a área climatizada;

– As áreas do laboratório com capelas químicas e de ar mazenagem de produtos químicos perigosos deverão possuir chuveiro e lava-olhos. A instalação do chuveiro deve ser feita a uma distancia máxima de 10 metros do ponto mais afastado do laboratório.

– Capelas de exaustão de gases ou coifas deverão ser usadas nas operações que decorrer algum risco aos usuários do laboratório. Recomenda-se que em lugares onde houver riscos de explosões, liberação de gases ou mesmo vapores tóxicos os trabalhos deverão serem feitos especialmente em Capelas.

Redação – Portal Boas Práticas

Foto: Michael J. Ermarth- U.S. Food and Drug Administration

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×