fbpx
segunda-feira, junho 24, 2024
Opinião

‘Temos muito a fazer do portão para dentro’

Diretoria CSMIAFRI
Diretoria da CSMIAFRI

Este é um dos focos de trabalho para o próximo biênio da Câmara Setorial de Máquinas para Indústria Alimentícia, Farmacêutica e Refrigeração Industrial (CSMIAFRI), que foi destacado pelo novo presidente, Ricardo Cilento.

 “Vivemos um período muito difícil, mas entendo que se trata de um momento de reconstrução do país. Às vezes, é preciso ter uma forte crise para que realmente façamos aquilo que tanto precisamos”. Com essa reflexão, José Velloso, presidente executivo da ABIMAQ, iniciou a cerimônia de posse da diretoria eleita da Câmara Setorial de Máquinas para Indústria Alimentícia, Farmacêutica e Refrigeração Industrial (CSMIAFRI), no dia 02 de dezembro, na sede da ABIMAQ.

 Apesar do atual cenário de dificuldades do país, Velloso considera que o setor alimentício, farmacêutico e de refrigeração industrial tem tido um desempenho razoável.

“Em nossas incursões a Brasília, temos explicado que toda indústria, não só a de máquinas e equipamentos, está sofrendo, sangrando. Entretanto, este segmento não é uma prioridade neste governo, mas, sim, o conserto do problema fiscal. O Brasil precisa realizar o ajuste fiscal, mas entendemos que outros elementos precisam ser resolvidos concomitantemente”, salientou Velloso.

Ações para o próximo biênio

O presidente eleito da CSMIAFRI, Ricardo Cilento, afirmou que a câmara trabalhará em quatro aspectos: Do portão para dentro, melhorando a competitividade das empresas, de modo que aumentem a produtividade e diminuam os custos; foco nas exportações, por meio da campanha Esforço Exportador; incentivo à participação em feiras; e estímulo à governança da entidade, para fomentar uma maior transparência ao associado.

“Na nossa câmara setorial, temos empresas que exportam cerca de 40% de seu faturamento, com um resultado bastante satisfatório. Hoje, essas indústrias estão em uma situação muito melhor do que as demais que não exportam e que somente vendem ao mercado nacional”, relatou Cilento.

Conquistas da câmara

De acordo com então presidente da CSMIAFRI, Judenor Marchioro, atual vice-presidente, a câmara evoluiu em muitos aspectos. “Triplicamos o fundo de reserva, ampliamos em 10% o número de associados e aumentamos a participação e o envolvimento das pessoas nos processos da câmara”, apontou Marchioro, recomendando que os associados devem se preocupar em frequentar as reuniões e aproveitar os benefícios oferecidos pela ABIMAQ, aplicando os aprendizados adquiridos na entidade nos seus negócios.

Ao final da cerimônia de posse, a diretoria da CSMIAFRI entregou ao Marchioro uma placa em agradecimento ao trabalho desenvolvido por ele em prol da câmara durante os últimos dois anos.

Além de Judenor Marchioro, Ricardo Cilento vai contar com os vice-presidentes Fernando Dias Gomes, José Miguel Ruiz, Leandro Lelis, Luiz Giribone, Mário Vedovello Sarraf, Nelson Ferreira Júnior, Oswaldo Luiz Porto, Ricardo Fujihara e Samuel Glezer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×