fbpx
quinta-feira, maio 23, 2024
DestaqueSalas Limpas

Sugestões para definição do layout de laboratórios

O Portal Boas Práticas lista algumas dicas  que podem auxiliar na definição de um layout  funcional de laboratório. Prever corredores suficientemente largos para que o analista possa passar com o material a ser utilizado sem chocar-se com outros é uma das sugestões. O ideal seria corredores com1,50m.

As outras dicas são:

– É importante prever rotas de fuga que permitam a fácil evacuação da área em caso de incêndio. 6 – Certifique-se de que a abertura de portas não venha a provocar acidentes. Disponha de visores

– Disponha as cabines longe das rotas de acesso e circulação. São nelas que os acidentes, explosões, etc, tendem a ocorrer, portanto, é conveniente evitar que alguém em circulação possa vir a sofrer o resultado destes.

– Pelo mesmo motivo, coloque chuveiros de emergência e lavaolhos próximos a estas cabines, de tal maneira e em tal quantidade que uma pessoa acidentada possa facilmente encontrá-los sem andar mais que alguns poucos metros (5 a 10 metros sem obstáculos).

– A instalação do chuveiro de emergência / lava-olhos na direção de saída é útil, pois mesmo sem enxergar, a pessoa consegue orientarse quanto à direção da saída.

Verifique o quanto o analista deverá circular para cumprir as tarefas definidas.

– Certifique-se de que há lugar suficiente, não apenas para o equipamento, mas também para as pessoas.

A especificação de mobiliário é outra etapa importante. O mobiliário ideal seria aquele que atende às necessidades do cliente. Estando compatível com a sua rotina de trabalho, levando-se em conta a altura de trabalho, utilidades, materiais de acabamento, etc. Os projetos são desenvolvidos de acordo com o tipo de equipamento e sua finalidade de trabalho. Um exemplo seria o móvel Spin-Flex (móvel sobre rodízios), que tem uma proposta de permitir ao usuário mudanças rápidas conforme a necessidade de fluxo de trabalho. Este móvel é direcionado para cada tipo de equipamento, por exemplo, para o uso de HPLC, que necessita de descarte.

A respeito do material adequado para os componentes do mobiliário para laboratório,  a Superfície Sólida Mineral (SSM)  é uma opção.  A SSM é um composto maciço com 70% de minerais naturais e 30% de resina pura. Resistente à abrasão e impactos, a SSM é termomoldável e considerado ideal para bancadas, cubas, pias e móveis.

Os parâmetros a serem observados para a escolha das bancadas de laboratório estão contidos na Norma Regulamentadora 17 do Ministério do Trabalho (NR17), nas Normas Técnicas Brasileiras (NBR’s) 13960 a 13967, que apresentam as características físicas e dimensionais, e nas NBR’s 14109 e 14113, que determinam os padrões para a indústria testar estabilidade, resistência e durabilidade.

Redação – Portal Boas Práticas. Foto: FDA – U.S. Food and Drug Administration

Siga-nos no Facebook e Twitter

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
×